Diretório

ARCIL - Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã

Somos uma Instituição Privada de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, reconhecida como entidade de utilidade pública (IUP).
Desde 1976 procuramos contribuir para a efetiva inclusão social de pessoas com deficiência e outras necessidades especiais, promovendo uma mudança no olhar sobre a incapacidade e a diversidade.
Promovemos a valorização social e profissional dos destinatários dos nossos serviços, através de medidas específicas de intervenção, em articulação com serviços públicos e privados, numa postura de cooperação, abertura e complementaridade, numa perspetiva de abrangência.
Assumimos como princípios a qualidade da intervenção, o desenvolvimento comunitário, o trabalho em parceria e a luta contra a exclusão.
A medida do nosso sucesso é a qualidade de vida dos nossos clientes e a satisfação de todas as partes interessadas. Os nossos serviços são financiados por fundos públicos e pelos resultados de produção e prestação de serviços.
   
R. Francisco Lopes Fernandes, 6, Cabo do Soito Lousã
3200-065 Lousã Coimbra
  • NIPC 501227083
  • Banco CGD
  • IBAN PT50-0035-0408-0000-8828-7306-8
  • Consignação 0,5% IRS

BI da Instituição

  • Associação
  • Construir projetos de vida, com as pessoas, acreditando no potencial inclusivo da comunidade.
  • Respeito; Rigor e Profissionalismo; Eficiência; Afetividade; Inconformismo; Cooperação; Inclusão
  • 1976
  • junho de 1976
  • Acção Social; Formação Profissional;
  • Pessoas com deficiência;
  • Actividades Ocupacionais; Apoio Domiciliário; Centro ATL; Centro de Dia; Centro de Medicina e Reabilitação; Centro de Recursos; Emprego Protegido; Empresa de Inserção; Formação Profissional; Hidroterapia; Inserção profissional; Lar Residêncial;
  • Direção
    Nelson Tiago
    João Pereira
    Ana Cristina Parreira
    Casimiro Jacinto
    Henriqueta Oliveira
    João Bandeira
    José Nunes
  • Assembleia Geral
    José Marques Leandro
    Maria José Malta
    Ana Bandeira
  • Conselho Fiscal
    Isabel Fonseca
    José Francisco
    Ana Cristina Souto

CAO – CENTRO DE ATIVIDADES OCUPACIONAIS

A resposta a pessoas com deficiência grave constituiu-se numa preocupação dominante desde a criação da ARCIL. Considerando-se que as pessoas com deficiência grave beneficiam com a integração social ativa, mediante o desenvolvimento de atividades ocupacionais tendentes, fundamentalmente, a assegurar condições de equilíbrio físico e psicológico, foram criadas condições para a prestação de serviços técnicos especializados a pequenos grupos de pessoas com caraterísticas e necessidades semelhantes. Assim, foram estruturadas atividades promotoras de bem-estar e estimulação sensorial, atividades terapêuticas e psicopedagógicas, atividades sociais e atividades ocupacionais socialmente úteis, respondendo a necessidades e interesses específicos.

Atualmente o CAO da ARCIL assegura a prestação de apoios especializados a jovens e adultos com deficiência intelectual de grau moderado, grave e profundo, multideficiência, deficiência motora, autismo, paralisia cerebral e deficiência psicológica grave..

Equipa Técnica:
Técnico de Serviço Social
Psicólogo
Educadoras de Infância
Auxiliares Pedagógicas
Fisioterapeutas
Terapeuta Ocupacional
Psicólogo Clínico
Monitores de CAO
Monitor de Educação Física
Ajud. de Lar e Centro de Dia
Trabalhadores de Serviços Gerais
Professor de Música

CATL - Centro de Atividades de Tempos Livres

Procura permitir a cada criança ou jovem a oportunidade de participação na vida em grupo, criando um ambiente propício ao seu desenvolvimento pessoal e social, num clima de compreensão, respeito e aceitação. Cada CATL da ARCIL (perfazem no total 4 e funcionam na Junta de Freguesia das Gândaras, na EB N.º 1,2, 3 da Lousã, na EB N.º2 da Lousã e na EB 1 de Santa Rita) proporciona uma vasta gama de atividades integradas num projeto de animação socio cultural, que as crianças e jovens podem escolher e participar livremente, em função dos seus interesses e aptidões. É essencial assegurar um estreito relacionamento com a família, os estabelecimentos de ensino e a comunidade, numa perspetiva de parceria e de partilha de responsabilidades.

Proporciona atividades de lazer a crianças e jovens entre os 6 e os 14 anos, nos períodos não letivos – em período de atividade letiva, nos dias úteis, antes e após o período de aulas, e no período de interrupção letiva, entre as 08:00h e as 19:00, também nos dias úteis. .

Monitores

CRI – CENTRO DE RECURSOS PARA A INCLUSÃO

O CRI tem como missão garantir os apoios especializados e a inclusão dos alunos com Necessidades Educativas Especiais de Caráter Permanente (NEECP) em parceria com os Agrupamentos de Escolas (AE).

Sendo um programa destinado a apoiar crianças e jovens em idade escolar, entre os 6 e os 18 anos, com NEECP e que beneficiam de medidas educativas especiais ao abrigo do Decreto-Lei 3/2008, de 7 de Janeiro, assume como valores preponderantes o Respeito pela Diferença, a Inclusão e Afetividade. Os clientes deste projeto são sinalizados pelos AE, em cada ano letivo, para as diferentes áreas de apoio possíveis no CRI, desenvolvendo-se a intervenção da equipa em contexto escolar..

Técnicos e terapeutas

CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

O programa de Formação Profissional da ARCIL tem como missão a (re)habilitação profissional e a inclusão social das pessoas com deficiência ou em situação de incapacidade, apologizando os valores da Afetividade, Dignidade e Inclusão.

Os clientes alvo do programa são jovens com mais de 18 anos (ou a partir de 15 anos, desde que devidamente autorizados pela entidade educativa competente) e adultos portadores de deficiência ou em situação de incapacidade que pretendam ingressar ou reingressar no mercado de trabalho e que não possuam habilitação profissional compatível com o exercício de uma profissão..

Técnicos e Formadores

CASA DAS CORES – LAR DE APOIO

A Casa das Cores – Lar de Apoio (LA) é uma resposta social que tem como missão acolher e educar promovendo o bem-estar, a qualidade de vida e a autodeterminação para que as nossas crianças e jovens cresçam com alegria e o seu futuro seja mais autónomo; neste programa, defende-se privilegiadamente os valores Afetividade, Inclusão e Respeito pela Diferença.

Os clientes do LA são 15 crianças e jovens dos 6 aos 21 anos, com deficiência e/ou necessidades educativas especiais, encontrando neste serviço um alojamento que se aproxima tanto quanto possível de um ambiente familiar e que lhes permite frequentar estruturas de apoio específico facilitadoras do seu desenvolvimento global..

Técnicos e monitores

LAR RESIDENCIAL

Esta resposta pretende promover condições de vida e de ocupação que contribuam para o bem-estar e a qualidade de vida adequadas às necessidades específicas dos seus destinatários, implementar estratégias de reforço da auto estima, da valorização e da autonomia pessoal e social, assegurar condições de estabilidade e reforço da autonomia para a organização de atividades de vida diária.

O Lar Residencial da ARCIL acolhe atualmente 60 residentes em 8 equipamentos individualizados, dois dos quais se destinam a pessoas com níveis de elevada dependência, necessitando de apoio permanente em todas as atividades de vida diária. Os restantes 6 equipamentos acolhem jovens e adultos com deficiência, com necessidade de suporte regular na realização de diferentes atividades, com possibilidade de participação no funcionamento do Lar, realizando tarefas de reduzido nível de dificuldade..

Técnicos e monitores

SAD – SERVIÇO DE APOIO DOMICILIÁRIO

O SAD tem como missão promover condições de vida que facilitem a autonomização das pessoas e a permanência no seu meio familiar, selecionando os valores do Respeito pela Diferença, Empreendedorismo e Inovação e Inclusão como fundamentais na sua atuação.

Os clientes desta resposta social são pessoas com deficiência e/ou em situação de incapacidade que requisitam este serviço temporária ou permanentemente..

Técnicos

Sem informação disponível

Sem informação disponível

Sem informação disponível