Diretório

Associação de Paralisia Cerebral de Évora

Somos uma Associação sem fins lucrativos, reconhecida como IPSS, sediada em Évora de âmbito distrital, que tem por objectivo a prevenção, habilitação, participação, inclusão social e apoio à pessoa com paralisia cerebral, situações neurológicas e afins e suas famílias no contexto em que estão inseridas, dando resposta às necessidades existente no Alentejo Central. Outro objectivo é desenvolver respostas sociais destinadas á população em geral, promovendo a inclusão social.
   
Avenida Dinis de Miranda n.º 23 Évora
7000-751 Évora Évora
  • NIPC 510653715
  • Banco Montepio
  • IBAN PT50-0036-0031-9910-0316-0953-6
  • Consignação 0,5% IRS

BI da Instituição

  • Associação
  • Prestar serviços de qualidade que promovam autonomia, inclusão social, qualidade de vida e bem-estar a todos os clientes, nomeadamente às pessoas em situação de desvantagem e/ou incapacidade com enfoque nas que têm Paralisia Cerebral e situações neurológicas afins numa lógica de cuidados globais e integrados ao longo de toda a sua vida e em cooperação ativa com as famílias e os associados.
  • Ética, integridade, confidencialidade, responsabilidade e respeito na relação com os clientes;
    Inovação, e serviço focalizado no cliente;
    Criatividade e adaptação à mudança;
    Solidariedade, afetividade, humanismo, voluntariado e espírito de entrega ao outro;
    Espírito de equipa (trabalho em equipe transdisciplinar), ambição e compromisso;
    Lealdade no relacionamento interpessoal;
    Procura permanente na atualização do conhecimento e de melhoria contínua da qualidade dos serviços prestados.
  • 1991
  • janeiro de 2004
  • Acção Social; Formação Profissional;
  • Pessoas com deficiência;
  • Actividades Culturais; Ambulatório; Atendimento Social e Psicológico; Campo de Férias; Centro ATL; Centro de Medicina e Reabilitação; Centro de Recursos; Centro Terapêutico; Colónia de Férias; Creche; Distribuição Alimentar; Educação Especial; Formação Profissional; Hidroterapia; Hipoterapia; Intervenção Precoce; Jardim de Infância; Pré-escolar; Quinta Pedagógica;

Equipa Local de Intervenção Precoce

A Intervenção Precoce na Infância é o conjunto de medidas de apoio integrado centrado na criança e na família, que incluem ações de natureza preventiva e reabilitativa, no âmbito da educação, da saúde e da ação social, de forma a prevenir o aparecimento ou agravamento dos problemas das crianças e a reforçar as competências das famílias e outros prestadores de cuidados, para que, de forma mais autónoma, consigam lidar com a problemática da criança. A ELI desenvolve a sua atividade nos contextos de vida das crianças, sendo o serviço a prestar realizado em horário consensualizado com a família.

60 crianças.

A equipa é constituída por uma equipa pluridisciplinar, com funcionamento que se pretende transdisciplinar assente em parcerias institucionais. Conta com uma equipa técnica especializada que é constituída por: 2 Terapeutas da Fala, 2 Fisioterapeutas, 1 Assistente Social, 3 Educadoras e 1 Psicólogo.

Ambulatório

Esta resposta apoia crianças a partir dos seis anos de idade, jovens e adultos com Paralisia Cerebral e outras patologias neurológicas afins com a abrangência territorial correspondendo ao Distrito de Évora e pretende desenvolver competências que promovam a inclusão plena do cliente na sociedade, em articulação com a família. De acordo com as necessidades de cada indivíduo, oferece um conjunto diversificado de intervenções terapêuticas e de reabilitação.
Para além disso, damos apoio social às famílias, através de articulação com os serviços da comunidade e outras instituições, visitas domiciliárias, e apoio psicológico aos pais.
Para além dos apoios terapêuticos referidos, desenvolve ainda um conjunto de outras intervenções, no sentido da reabilitação e inclusão educativa e social.

70 crianças, jovens e adultos.

A equipa conta com uma equipa técnica especializada que conta com: 1 Psicólogo, 1 Musicoterapeuta, 2 Fisioterapeutas, 1 Terapeuta da Fala, 1 Terapeuta Ocupacional, 1 Técnica de Serviço Social (a tempo parcial), 1 Auxiliar de Ação Educativa e 1 Professor de Educação Física (a tempo parcial).

Formação Profissional

Desenvolve Formação Profissional para jovens com deficiência que conta com o apoio do Fundo Social Europeu, nomeadamente do POISE. A APCE intervém ao nível da prevenção, diagnóstico, reabilitação e integração de crianças e jovens com Paralisia Cerebral e outras doenças neurológicas. Sendo um dos seus níveis de intervenção a inclusão, pelo que nos parece essencial trabalhar esta temática em diferentes níveis: familiar, escolar, social e profissional.

6 formandos.

4 formadores internos 1 formadora externa

Centro de Recursos para a Inclusão

Visa apoiar a inclusão das crianças e alunos com necessidade de mobilização de medidas adicionais de suporte à aprendizagem e à inclusão, através da facilitação do acesso ao ensino, à formação, ao trabalho, ao lazer, à participação social e à vida autónoma, promovendo o máximo potencial de cada aluno, em parceria com as estruturas da comunidade. Atua numa lógica de trabalho de parceria pedagógica e de desenvolvimento com as escolas, prestando serviços especializados como facilitadores da implementação de políticas e de práticas de educação inclusiva (Diário da República, 1a serie, no 129 – 06 de julho de 2018). O CRI foi acreditado pelo Ministério da Educação como uma área de Intervenção da APCE.

70.

O CRI destina-se a crianças e jovens, famílias, Agrupamentos de Escolas e Comunidade, promove uma escola para todos e visa uma inclusão efetiva das crianças e jovens. O CRI conta este ano com 1 Psicólogo, 2 Terapeutas da Fala (a tempo parcial) e 1 Terapeuta Ocupacional (a tempo parcial).

Centro de Atendimento, Acompanhamento e Reabilitação para Pessoas com Deficiência e/ou Incapacidade

Esta equipa destina-se a pessoas com deficiência e incapacidade, maiores de 18 anos e que residam num dos seguintes Concelhos do Distrito de Évora: Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo. A equipa desenvolve a sua intervenção em duas modalidades: Atendimento e Acompanhamento e Reabilitação Social.
O atendimento traduz-se numa resposta personalizada e adequada que possibilita às pessoas com deficiência e incapacidade o exercício dos direitos de cidadania e participação social. O acompanhamento, como complemento da intervenção, consiste na prevenção e na resolução dos problemas psicológicos e sociais identificados. A Reabilitação Social, enquanto processo de capacitação e aquisição de competências pessoais e sociais para o cliente e o agregado familiar.

25.

A equipa conta com uma Assistente Social, uma Psicóloga e uma Terapeuta Ocupacional

Creche e Jardim-de-Infância

A resposta social de Creche é constituída por um grupo de 15 crianças a partir da aquisição da marcha até aos 3 anos.
A resposta social de jardim-de-infância destina-se a crianças com idades compreendidas entre os 3 e os 6 anos e é composta por duas salas com capacidade para 17 e 18 crianças, respetivamente.

50 crianças.

A equipa é constituída por 3 educadoras, 5 auxiliares de acção educativa e 1 auxiliar de serviços gerais

Outras Actividades

A equipa de ambulatório promove ainda outras atividades, nomeadamente:
• Organização de Passeios Temáticos;
• Ações de Divulgação e Sensibilização;
• Reuniões de Orientação Técnica com outras Entidades;
• Articulação com o Hospital Espírito Santo de Évora;
• Articulação com os Agrupamentos de Escolas do Distrito de Évora;
• Articulação com os Centros de Saúde do distrito de Évora;
• Colónia de Férias da APCE;
• Colaboração e execução de projetos comunitários de índole social e cultural.

Centro Prescritor de Produtos de Apoio

De salientar ainda o facto da APCE se constituir como um Centro Prescritor de Produtos de Apoio, através de uma equipa multidisciplinar que inclui profissionais do sector da saúde, através de acordo estabelecido com o Hospital do Espírito Santo de Évora.

Alimentação Saudável e Ambiente

Implementação de comportamentos /alimentação para uma vida saudável
Práticas de preservação da qualidade ambiental, dos ecossistemas e de transição de uma economia linear para uma economia circular.

Desporto Adaptado

A este nível, funcionam, atualmente as seguintes modalidades:
- Remo Indoor
- Boccia
- Natação Adaptada
O Desporto de Competição tem vindo a ser desenvolvido pelo Professor de Educação Física e Desporto na modalidade de Boccia, da qual temos atletas federados que participam no Campeonato Nacional de Equipas, Campeonato Nacional da Zona Sul, Campeonato de Portugal e Torneio Regional não federado.
Também a terapeuta Ocupacional tem vindo a desenvolver a atividade de Remo Indoor com o objetivo de preparar os atletas para serem federados.

Quinta Pedagógica do Pomarinho
A Quinta do Pomarinho está localizada junto à estrada que liga Évora a Alcáçovas, encontrando-se a cerca de 8 km da cidade de Évora e muito perto da aldeia de Valverde. A Quinta encontra-se aberta ao público desde 1998, procurando distinguir-se de outros ambientes educativos não formais por privilegiar o conceito de humanidade, numa lógica de educação ambiental e inclusiva.

  • Técnicos Internos
    • 2
    • 4
    • 13
    • 0
    • 0
  • 12
  • 4
  • Técnicos Externos
    • 0
    • 0
    • 0
    • 1
    • 0
  • 7
  • 0

Entidade não tem ficheiros de Evolução Patrimonial anexados.

Projectos

Adaptação e reconversão do edifício sede

  • Obras na Sede (Apoio Alentejo 2020)
  • 01/10/2019
  • 31/12/2020
  • 151713,12
Rubrica Descritivo %
Recursos Instalações 0
Equipamentos 0
Recursos Humanos 0
Outros 0
Origem Fontes %
Financiamento Pública 128956,15 0
Privada 0
Crédito 0
Autofinanciamento 22756,97 0